Reciclagem de pneus inservíveis garante o cumprimento da legislação ambiental e incentiva a adoção de práticas sustentáveis

A destinação correta de pneus inservíveis é norma definida pela Resolução 416/2009 do Conama, a fim de que as empresas adotem a responsabilidade socioambiental em suas ações.

Você sabia que a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) obriga fabricantes, importadores, cidadãos e demais empresas a destinarem corretamente os resíduos sólidos consumidos? Essa lei tem como objetivo reforçar a importância do consumo sustentável e, para complementá-la, há a Resolução 416/2009 do Conama, que responsabiliza diretamente as empresas produtoras e importadoras de pneus, que deverão dar a destinação adequada aos pneus inservíveis.

Desse modo, fabricantes e importadores têm o dever de realizar a coleta e dar o destino correto aos pneus inservíveis existentes no país, cabendo aos distribuidores, revendedores, consumidores, destinadores e ao Poder Público atuar em articulação. O sistema de logística reversa funciona por meio de parcerias, em geral com prefeituras, que podem disponibilizar áreas de armazenamento temporário para os pneus inservíveis. O ideal é que este resíduo seja destinado ao local mais próximo de sua geração, de forma ambientalmente segura. Os métodos de verificação do cumprimento da Resolução Conama n° 416/09 são estabelecidos por Instrução Normativa do IBAMA.

Mas, afinal, o que são os pneus inservíveis?
Os pneus inservíveis são aqueles que chegaram ao fim da vida útil, não podendo ser reformados. Esses pneus devem ser destinados à reciclagem, em que serão aplicadas tecnologias para transformar as propriedades da borracha. Diversos produtos se originam a partir desse processo, como tapetes e pisos industriais.

Investir na reciclagem é importante ao meio ambiente e à saúde das pessoas
Sabe-se que um pneu demora, em média, 600 anos até se decompor. No Brasil, são produzidos mais de 40 milhões por ano, número que revela um grandes desafio: determinar uma finalidade econômica e ambientalmente adequada ao pneu inservível. É nosso papel fiscalizar e cobrar o cumprimento da Logística Reversa dos pneus inservíveis através da reciclagem. Por isso, desenvolvemos ferramentas tecnológicas capazes de facilitar esse processo, como o nosso software Eu Reciclo Pneus. Com ele, é possível mapear, coletar e comprovar que os pneus adquiridos por sua empresa estão sendo reciclados. Assim, auxiliamos as organizações a agir com responsabilidade socioambiental, contribuindo no desenvolvimento
sustentável.

Essa ação é fundamental na redução dos possíveis impactos negativos sobre a saúde pública e o meio ambiente, pois a disposição inadequada de pneus inservíveis pode causar assoreamento por represamento de cursos de água e enchentes, servindo de abrigo para vetores de doenças. Encaminhar pneus a aterros sanitários ou incinera-los é um desperdício de matéria-prima, além de acentuar o desmatamento. A reciclagem permite que esse material retorne ao ciclo produtivo, transformando-o em outros produtos. Desse modo, a reutilização de pneus inservíveis é uma alternativa para gerar renda e evitar a extração excessiva de recursos naturais: a durabilidade da borracha é uma característica atrativa ao desenvolvimento de novas mercadorias.

Não perca mais tempo. Seja uma de nossas parceiras e tenha a garantia de que a legislação está sendo seguida. Juntos, conseguimos revolucionar o consumo, incentivando práticas sustentáveis às próximas gerações.

Sem comentários

Deixe o seu comentário!

Pesquisar

Publicações

© 2019. Eu Reciclo Pneus. Todos os direitos reservados.